segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Um dia de domingo...

Há dez anos atrás, eu prestava pela primeira vez a famigerada FUVEST - a prova para entrar na USP. Nem sabia o que era, mas prestei. O curso era de Rádio e TV. Fui barrado de primeira. Um ano depois, em 1999, o curso que havia prestado tinha se fundido ao de Cinema e Vídeo, tornando-se o de Audiovisual. Meus interesses também haviam mudado: dessa vez eu prestaria História, pensando em fazer, depois, Jornalismo. Na ocasião, a primeira fase era dividida em duas etapas, com oitenta questões em cada, além da segunda fase Ingressei na universidade e me formei na turma dos 70 anos da USP.

Quatro anos depois de formado, após ter trabalhado na "Folha de S.Paulo" e na sala de aula, volto a prestar a FUVEST. Não, não para Jornalismo como lá atrás havia pensado fazer, mas sim Pedagogia (a prova mudou e os ideais também!). Hoje, a primeira fase resume-se em noventa questões prestada em um dia e depois a segunda fase. Conferi o gabarito há pouco e acertei metade da prova. Nada mal para quem há dez anos não vê biológicas e exatas, porém o que me incomodou foram os erros idiotas na área de Humanas, sobretudo na de História - Não dizem que na casa do ferreiro, o espeto é de pau? Eu tinha uma professora excelente na USP que dizia que se ela prestasse FUVEST, ela não passaria. Devo reconfortar-me nas suas palavras.
É quase certo que tenha passado para a segunda fase (embora sempre haja um friozinho na barriga!), não numa margem tão boa como imaginava, mas passei. Agora tenho que me garantir nas dissertativas, onde, modéstia à parte, tenho mais facilidade. A segunda fase é quase como começar do zero... então, bola pra frente!

Acabei a noite vendo um belíssimo show de Elba Ramalho chamado “Qual o assunto que mais lhe interessa?”, no teatro FECAP, na Liberdade, aqui em São Paulo. Primeiro show em que minha mãe foi! Levei ainda o Vinícius e a Janaína. Sentamos todos no gargarejo!

Do show: foram quase três horas, contando com a participação especial e surpresa de Chico César. Lindo momento! A temporada deixa São Paulo depois de dois finais de semana (fui nos dois!!!) com aquele gostinho de “quando será que volta?”.

Dia cheio, cheio de vida e de expectativa.
Retomo o blog e espero que dessa vez seja com força.
Nilton Serra

Um comentário:

MIster Teles, o Musical disse...

Eu adorei este disco da Elba Ramalho, boa sorte no curso de Pedagogia, amigo, felicidades e parabéns! Vc vai longe!